Todo fã de The Big Bang Theory conhece “Soft Kitty” (Na versão dublada, “Gatinho Fofinho”), canção adorada por Sheldon (Jim Parsons). Mas tem gente que não ficou feliz de ouvi-la na série.

Margaret Perry e Ellen Chase, herdeiras da compositora Edith Newlin, entraram com uma ação contra os produtores de TBBT por uso indevido da canção, que teria sido criada por Newlin.

A compositora era uma professora de inglês de New Hampshire que adaptou a letra de uma antiga cantiga inglesa, dando origem à “Warm Kitty”. A canção foi publicada em um livro de 1937 chamado “Songs for the Nursery School”. Segundo Perry e Chase, “Warm Kitty” é a base para “Soft Kitty”, uma versão fictícia utilizada na série.

Em 2011, The Big Bang Theory começou a comercializar a música, mas as herdeiras de Newlin só descobriram o fato em 2014, por não assistirem o show com frequência.

De acordo com os autos, a Warner Bros. Entertainment e os produtores de TBBT pediram permissão a Willis Music Co., que publicou “Songs for the nursery” em 2007. Segundo o documento, a companhia autorizou o uso das letras sem consultar ou conseguir permissão das herdeiras de Newlin.

De uma forma ou de outra, “Soft Kitty” fez parte de momentos icônicos da série. No Brasil, The Big Bang Theory é exibida pelo canal Warner.