Por muito tempo, o Gavião Arqueiro foi o herói mais subestimado (e talvez até dispensável) doos Vingadores — como já cantou Jeremy Renner em um programa de TV. Foi somente em Vingadores: Era de Ultron que passamos a conhecer mais sobre sua história e, a cada filme, o personagem tem ganho mais importância nas telonas.

Mas apesar do sucesso do Universo Cinematográfico da Marvel, Jeremy Renner nem sempre ficou feliz com o rumo do Gavião. Acredite, em Os Vingadores – The Avengers, ele até pensou em pedir para os roteiristas matarem o arqueiro.

Conversando em uma sessão de perguntas e respostas em Londres (via Comicbook), o ator revelou o seguinte:

“No primeiro Vingadores… Eu estava conhecendo quem era o Gavião Arqueiro e então, tchan, começo a andar como um zumbi, sou como lacaio de Loki. E ainda não tinha certeza de quem o Arqueiro era naquele ponto. Então fiquei um pouco frustrado porque estava muito empolgado para descobrir quem era o Gavião.”

Descontente por não poder explorar o personagem — que já tinha feito uma breve primeira aparição em Thor —, Renner decidiu dizer aos roteiristas e ao diretor Joss Whedon que estava tudo bem se eles quisessem matar seu personagem para liberá-lo do projeto. E fez de uma forma bem… “fingida”.

Rindo, ele explicou: “Eu simplesmente tinha um ataque cardíaco em cada cena — eu estava andando com… Scarlett Johansson e ficava, tipo, ‘AI’. E eles diziam ‘O que você está fazendo, cara?’. E eu…’Estou dando a vocês uma opção, se vocês quiserem me expulsar deste filme. Se, sabe, em qualquer momento, quiser me matar, o papai vai estar tendo um ataque cardíaco’.”

Para a sorte do ator, essa fase passou e o Gavião Arqueiro ganhou mais tempo de tela como ele mesmo em Vingadores: Era de Ultron e Capitão América: Guerra Civil, e deve participar de Vingadores 3: Guerra Infinita e Vingadores 4.

“Eu realmente não quero que ele morra agora”, Renner tranquilizou os fãs. “Realmente pude explorá-lo mais, e mal posso esperar para explorá-lo mais, e tem algumas ideiais realmente legais vindo por aí. Ideias muito legais. Ótimas mortes! Modos incríveis de morrer”, brincou.