Novo filme de Clint Eastwood, Sully – O Herói do Rio Hudson, teve o lançamento adiado por tempo indeterminado nos cinemas brasileiros. A estreia seria amanhã, dia 1º, mas a Warner Bros. optou por descartar a data após o terrível acidente envolvendo a delegação da Chapecoense. Entre jogadores, membros da comissão técnica, convidados e jornalistas, 71 pessoas morreram após a aeronave que fazia o trajeto Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) x Medellín (Colômbia) cair numa região montanhosa entre as cidades de La Ceja e La Unión.

Diz o comunicado oficial da distribuidora:

“A Warner Bros. Pictures está profundamente entristecida por esta terrível notícia. A fim de sermos respeitosos com esta tragédia, tomamos a decisão de adiar a estreia de Sully: O Herói do Rio Hudson, anteriormente programada para o dia 1 de Dezembro. Estendemos nossas sinceras condolências às famílias e aos entes queridos das vítimas neste triste momento.”

Estrelado por Tom Hanks, Sully reconta a história de Chesley “Sully” Sullenberger, experiente piloto que realizou um verdadeiro milagre ao pousar um avião com 150 passageiros no rio Hudson, em Nova York, no dia 15 de janeiro de 2009. O honroso feito, no entanto, não impediu que ele se tornasse alvo de uma minuciosa investigação por parte da agência de regulação aérea do país.

Sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, o drama está na lista de melhores do ano do National Board of Review e anda cotado para algumas indicações ao Oscar.