Ava DuVernay tem uma extensa carreira, mas ganhou destaque mesmo em 2014, após seu longa-metragem Selma – Uma Luta Pela Igualdade ter sido indicado ao Oscar e ao Globo de Ouro. A cineasta desde então tem chamado atenção por suas lutas para dar mais destaque a mulheres no cinema e na TV, e vai mostrar isso em sua nova série, Queen Sugar.

A série estreia nos Estados Unidos nos dias 6 e 7 de setembro, no canal Oprah Winfrey Network (OWN), e em entrevista para a People, Ava explicou como ela chegou até a emissora de Oprah e ainda ressaltou a importância de ter uma equipe de diretoras formada 100% por mulheres.

“Ela é uma amiga muito querida e então a nossa colaboração em Selma foi tão adorável que quando eu falei que queria fazer uma série, ela disse ‘bem, você sabe que eu tenho um canal'”, explicou.

A história de Queen Sugar é centrada em três irmãs que herdam uma fazenda de 800 acres de cana-de-açúcar. Elas deixam a vida de Los Angeles para trás e partem para o Louisiana para cuidar do local. O elenco é formado por Rutina Wesley, Dawn-Lyen Gardner e Tina Lifford, e os 13 episódios da temporada serão dirigidos por mulheres:

“Todos os episódios serão dirigidos por uma mulher. Não é uma coisa que nós vimos o suficiente. Se Game of Thrones pode ter somente homens nas últimas três temporadas, Queen Sugar pode ter somente mulheres e mostrar que série fantástica pode ser feita com as nossas mãos e mentes.”