O elenco tem ainda Dan Stevens (“Downton Abbey”) como a Fera, além de Ewan McGregor, Ian McKellen, Emma Thompson, Josh Gad e Stanley Tucci.
“A Bela e a Fera” é a nova versão da animação de sucesso lançada em 1991, que ganhou dois Oscar (melhor canção e melhor trilha). Foi a primeira animação indicada à estatueta de melhor filme na história da premiação.
Aulas de canto
Em janeiro de 2015, quando confirmou que estava escalada para “A Bela e a Fera”, Emma Watson brincou em seu Facebook que teria de treinar para dar conta do papel:
“Finalmente eu posso dizer a vocês… que eu vou interpretar a Bela em novo filme da ‘A Bela e a Fera’ da Disney! Foi uma grande parte do meu crescimento, que quase parece surreal que eu vou poder dançar ‘Be our guest’ e cantar ‘Something there’. Minha versão aos seis anos está nas alturas – coração explodindo. Hora de começar algumas aulas de canto. Eu mal posso esperar para que vocês possam vê-lo”.
Mesmo diretor de ‘A Saga Crepúsculo: Amanhecer’
A Walt Disney havia anunciado a releitura de “A Bela e a Fera”, com Guillermo del Toro na direção, em fevereiro de 2012. No entanto, o cineasta desistiu do projeto para assumir uma adaptação de “Pinóquio”, ainda sem previsão. Del Toro foi substituído por Bill Condon, que dirigiu “Dreamgirls: Em busca de um sonho” (2006), “A Saga Crepúsculo: Amanhacer – Parte 1” (2011), “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2” (2012) e “Sr. Sherlock Holmes” (2015), dentre outros.

Antes de “A Bela e a Fera” outros clássicos da Disney também já ganharam versões em live action.
Em 2012, “Branca de Neve” foi duplamente produzido, com “Espelho, espelho meu”, com Julia Roberts, e “Branca de Neve e o caçador”, com Kristen Stewart. Depois veio “Malévola”, em que Angelina Jolie assume o papel da vilã de “A Bela Adormecida”.
Em 2015, estreou “Cinderela”, com Lily James no papel da princesa, e neste ano veio “O caçador e a rainha de gelo”, continuação de “Branca de Neve e o caçador”.